2008-10-16

Grêmio e o STJD

Não tenho acompanhado muito de perto o Campeonato Brasileiro, até porque o Inter tem feito uma campanha ridícula (pelo time que tem) e isso me fez perder o interesse. Mas quero aqui deixar minha opinião sobre o canetaço que o STJD está dando contra o Grêmio.

Não foram poucos os gremistas que davam risada em 2005 pelo canetaço que o STJD deu e acabou favorecendo o Corinthians e desfavorecendo o Inter (sem falar naquele pênalti escandaloso não dado contra o Tinga no jogo contra o mesmo Corinthians). Se o Inter teria ganho o campeonato ou não ninguém pode saber (eu pessoalmente acredito que sim), mas de qualquer forma aquela decisão foi um grande golpe para nós colorados.

E agora aconteceu de novo, mas contra o Grêmio.

Só quero dizer aqui que não conheço o time do Grêmio, não sei quem foi punido, nem vi os lances em questão. Mas pela repercussão que isso teve na imprensa e entre os gremistas eu não tenho dúvidas que outra injustiça está sendo feita. Acho que em 2005 foi ainda pior (perdemos jogos inteiros e não apenas alguns jogadores) mas agora os gremistas estão tendo uma idéia de como é estar liderando o campeonato e ser garfado por um canetaço. Não consigo ficar nem um pouco feliz com isso, afinal senti essa revolta três anos atrás e sinto a mesma revolta agora, mesmo que a vítima seja o arqui-rival.

Futebol é esporte, e no esporte ganha o melhor. Claro que devido à rivalidade eu prefira ver o Grêmio acabando o campeonato em segundo lugar, mas isso tem que acontecer no campo. Me solidarizo com todos os gremistas, e acho até que a torcida do Inter teria que protestar também contra essa arbitrariedade. Assim como aconteceu antes com o Inter, e agora com o Grêmio, pode acontecer de novo no futuro. Nem precisa ser com a dupla: independentemente do time que esteja sendo prejudicado, não é admissível que em 2008 um campeonato de futebol ainda seja decidido no tapetão. Isso aí não é campeonato, não é futebol, não é esporte.

Deixo então registrado aqui meu protesto e minha solidariedade com os gremistas. Esperneiem, gritem, protestem! Porque isso aí que aconteceu é uma vergonha.