2008-11-10

Alemanha, como foi

Como disse no post anterior eu viajei na última sexta-feira (7/11) pra cidade de Wallenhorst, na Alemanha. Fui convidado por um amigo alemão (Christian) que morou aqui em Ronneby para o aniversário dele que seria no sábado. Outros dois amigos que moram em Malmö também foram convidados e iriam pra lá de carro, então eu peguei um trem pra Malmö para encontrá-los e continuar a viagem.

Saímos às 17h, atravessamos a Dinamarca, pegamos a balsa da Scandlines que faz a ponte com a Alemanha (leva uns 45 minutos), e prosseguimos viagem até chegarmos ao destino aí pela meia-noite. Ficamos hospedados na casa da família do Christian.

No sábado de manhã depois de tomarmos café resolvemos dar uma volta rápida pela cidade. Na verdade Wallenhorst não é um município, mas sim um distrito de Osnabrück. Voltamos para o almoço mas como ainda faltava por volta de uma hora para ficar pronto, avisei o pessoal que iria dar uma caminhada na vizinhança para tirar algumas fotos do lugar.

Foi quando fui preso pela primeira vez na vida. :D

Não, não fui preso não... Estou exagerando só pra dar uma emoção a mais. Mas já chego lá.

Comecei a fotografar as casas da vizinhança, as ruas e tudo o mais. Depois de uns 15 minutos fazendo isso um cara apareceu, imagino que mais ou menos da minha idade, e veio falar comigo. Como meu alemão não é lá essas coisas eu perguntei se ele falava inglês, e ele disse que não. Daí apontava para o celular e dizia "polizei, polizei". Eu entendi que ele ia chamar a polícia, então eu disse pra ele que fizesse o que quisesse (sei lá se ele entendeu ou não). Ele telefonou pra polícia e consegui entender que ele descreveu as roupas que estava usando. E ficou por ali, me acompanhando, imagino que para mim não fugir.

Como eu sabia que não tinha feito nada, nem me preocupei e continuei batendo fotos bem tranqüilo. Uns 15 minutos se passaram e chegou a viatura da polizei. A primeira pessoa a sair foi uma policial, muito gata por sinal. Neste momento eu até pensei que ser preso não ia ser uma má idéia. :D Um outro policial também saiu, e foram conversar com o tal do alemão. Não entendi nada do que disseram, e daí o casal de policiais veio falar comigo. O inglês deles era bem ruinzinho, então tentei explicar da forma mais simples possível que eu estava hospedado a duas quadras dali e não estava fazendo nada, apenas tirando fotos na rua, quando o tal cara apareceu e chamou a polícia. Eles pediram pra eu entrar na viatura que me dariam uma carona. Eu falei que tudo bem e fomos.

Enquanto isso meus amigos estavam na frente da casa, conversando. Foi indescritível a cara que fizeram quando a viatura da polizei parou na frente deles e eu abri a porta e saí do carro! :-) No grupo estava a Chris, que é alemã, e falei pros policiais conversarem com ela. Eles conversaram um pouco, ela explicou que estávamos ali todos para o aniversário do Christian e que tínhamos vindo da Suécia. Os policiais acharam o máximo nós termos vindo de tão longe, despediram-se de nós e foram embora.

Perguntei pra Chris o que eles falaram e ela disse que o cara achou suspeita minha atitude de ficar tirando fotos das casas, porque ele viu que eu não era ali da vizinhança. Ele pensou que eu estava fotografando para assaltar as residências depois, então resolveu chamar a polícia.

Ainda bem que eu não estava com o tripé, caso contrário seria considerado armado e perigoso!

Enfim, foi tudo tranqüilo. Os policiais viram que era ridículo, nem meu nome perguntaram. Só perguntaram de que país eu era e me deram uma carona de Mercedes. Eu achei tudo muito engraçado, principalmente da cara de susto dos meus amigos quando saí do carro. É mais uma história pra contar pros amigos numa mesa de bar... ;-)

Infelizmente não tenho fotos do "incidente" porque também não quis abusar da sorte e não tirei fotos dos policiais ou da viatura. Vai saber se é permitido ou não. :D

Mas continuando o relato da viagem, almoçamos (e imagina qual foi o assunto do almoço?) e saímos dar outra volta pela cidade. Mais fotos e voltamos para tomar banho e ir na festa que seria numa casa próxima, pois o aniversário era junto com outra pessoa e eram mais ou menos 100 convidados.

A festa foi bem legal, começou às 20h e tinha cerveja e outras bebidas liberadas. A partir da 1h os detalhes não estão tão claros na memória :-), mas ficamos por lá até às 3h e pouco.

No domingo acordamos aí pelas 11h (eu numa ressaca desgraçada), fizemos um brunch (breakfast+lunch) e às 14h botamos o pé na estrada novamente. Alemanha, balsa, Dinamarca, Malmö, trem... Às 23h cheguei de volta em Ronneby: são, salvo, e com a ficha limpa. :D

Assim que for possível publico as fotos. Fotos publicadas.