2010-08-16

A Suécia também tem bizarrices

Aconteceu aqui em Malmö na noite de sexta para sábado:
Estrela inválida do ping pong assaltada depois de oferta por sexo

Peter Molander estava indo para casa na sua cadeira de rodas depois de trabalhar até tarde em uma organização para atletas com deficiências quando um carro preto parou abruptamente ao seu lado. Uma mulher saiu do veículo e perguntou, em inglês, se ele queria fazer sexo.

“Era uma pergunta estranha pra ser feita em uma meia-noite e meia na Möllevångstorg”, disse Molander ao jornal Sydsvenskan.

“Ela continuou a perguntar, apesar de eu ter dito que não. Ela disse ‘sexo bom’ algumas vezes. Então ela inclinou-se e me empurrou”.

Molander guarda seus objetos de valor em um bolso embaixo do banco e imaginou que seu novo iPhone e sua carteira iriam escapar das garras da mulher. Mas ele logo percebeu que ela fez o dever de casa e saqueou seus pertences enquanto estava por cima dele.

“Não havia nada que eu podia fazer. Eu não consegui empurrá-la para longe. Então ela levantou subitamente e falou que eu era sem graça. Quando ela viu que eu estava procurando no bolso o meu fone e a carteira ela correu de volta para o carro e desapareceu”.

Molander percebeu que durante a conversa a mulher disse algumas coisas em perfeito sueco, e acredita que o uso do inglês era apenas uma distração. Infelizmente para ele, entretanto, não houve testemunhas do incidente na praça central da cidade, que estava vazia, e ele não conseguiu anotar a placa do veículo da mulher.

A polícia na cidade recebeu vários outros relatos similares nos últimos meses de uma mulher que aborda suas vítimas oferecendo sexo antes de fugir com seus pertences.

“Foi apenas no outro dia que realmente caiu a ficha. Você começa a pensar o que poderia ter acontecido se ela tivesse uma arma ou coisa parecida. Também é muito humilhante quando você não pode defender-se”, ele disse.